Como a Bicicleta Elétrica está Revolucionando o Transporte Urbano

Por Pedro Werneck

Graduando em Publicidade e Parceiro Veloseguro

Publicado em 29 de junho de 2016. | Atualizado em 11 de dezembro de 2018.


Os gastos com combustível e manutenção, passagens de ônibus, metro e estacionamento, tem posicionado a bike elétrica como uma alternativa barata  em relação aos demais meios de transporte. 

Não é de hoje que são buscadas alternativas para o transporte urbano. O uso das bicicletas como forma de transporte está crescendo no Brasil, como aponta este artigo, do portal G1.

Não apenas pelo aspecto econômico, o uso da bicicleta é vantajoso pelo ganho de tempo em deslocamento, impacto positivo na saúde, sem falar no viés ecológico e pela sustentabilidade do planeta. Quem se desloca de bike nos grandes centros urbanos via de regra conseguem se esquivar  dos grandes engarrafamentos, economizando um tempo precioso em relação aos meios de transporte convencionais.

Mas para as pessoas que precisam transitar por regiões de relevo inclinado como Belo Horizonte, por exemplo, ou percorrem grandes distancias e não possuem boa resistência física, as bicicletas elétricas tem se tornado uma opção cada vez mais acessível e confortável.

As bicicletas elétricas vêm passando por grandes evoluções tecnológicas: baterias de lítio, quadros de alumínio e design inteligente. Estas evoluções são impulsionadas por um público com o olhar cada vez mais aberto para a aceitação deste tipo de bike.

São muitas as vantagens para quem opta pelo uso de uma bicicleta elétrica. Como estas bikes estão cada vez mais eficientes e práticas, o ciclista conta com um meio de transporte extremamente ágil e versátil.

Eficiência

Uma boa bicicleta elétrica conta com uma autonomia entre 25 e 50 quilômetros, variando de acordo com o peso do ciclista, da inclinação da via e da potência utilizada. Esta autonomia é suficiente para percorrer a maioria dos trajetos diários, como de casa para o trabalho, além de idas à shoppings, supermercados e bancos.

Para alcançar esta marca, as bikes contam com uma bateria de lítio, que não vicia, e seu sistema é mais leve e eficaz. Com o tempo de carregamento total de 6 horas, e podendo ser feito com a bateria na garupa ou fora dela, as baterias são práticas, e impulsionam o motor de uma bicicleta elétrica a velocidades de até 25km/h, com 5 opções de potência. A bicicleta pode atingir velocidades maiores com a impulsão humana nos pedais.

Bateria de Litio e pedal assistido. Sustentabilidade e eficiência.

O motor é ativado com o movimento dos pedais, e impulsiona a roda da frente da bicicleta, auxiliando o ciclista durante a pedalada. Caso a carga da bateria acabe, ou o ciclista desligue o sistema, a bicicleta elétrica pode ser usada como uma simples bike de passeio.

Seguro para sua Bike Elétrica? Na Velo tem.

A economia é clara. Imaginemos um ciclista de 70 kgs, pedalando por um terreno plano usando a potência média de sua bicicleta elétrica. Sua bike terá uma autonomia de 50km, por um valor de R$ 0,56 gastos com a energia da recarga. Para percorrer a mesma distância de carro, seriam gastos em média R$ 28,00. Estes valores são relativos ao mercado na cidade de São Paulo, mas a diferença é enorme sob qualquer ponto de vista. Isso sem contar a diferença nos gastos com manutenção.

Praticidade

Não é difícil achar pessoas que comparem as bikes elétricas à pequenas motos, tanto em peso como em praticidade. No entanto, as bicicletas elétricas pesadas e desengonçadas ficaram no passado.

Modelo da Vela Bikes aposta no Vintage.

Existem no mercado, bikes que combinam agilidade com praticidade e beleza. Para os que que não possuem espaço, uma bicicleta elétrica dobrável pode ser uma ótima opção. Modelos como este acima são fáceis de dobrar e desdobrar, e se encaixam em qualquer lugar.

Modelo dobrável E-bike da Sense.

existência de seguros para bicicletas elétricas também facilitam a vida de quem pedala na cidade. Protegidos contra furto qualificado, assalto, acidentes com o veículo transportador, entre outras coberturas, os ciclistas ganharam a tranquilidade para pedalar pelos trajetos diários.

A facilidade para manejar e se deslocar, aliado aos benefícios em relação à outras formas de transporte,  promovem a  bicicleta elétrica como uma opção revolucionária para o transporte urbano. Com o desenvolvimento de novas tecnologias e incentivo ao uso das bikes, os ciclistas só tem a ganhar, bem como a cidade e seus cidadãos.

Fique ligado em nosso blog, e confira mais matérias sobre o mundo das bikes!